ESTRANHOS NO NINHO: HARRY E MEGHAN SÃO VAIADOS EM LONDRES!

3.6.22 Simone Galib 0 Comments

 

    O príncipe Harry e Meghan Markle foram vaiados na saída da Catedral St Paul, em Londres, onde participaram de uma missa em ação de graças como parte dos festejos do jubileu de platina da rainha Elizabeth.

   O casal, antes queridinho dos britânicos, voltou para Frogmore Cottage, em Windsor, enquanto os membros da família real participaram de uma recepção no Guildhall, onde também estavam políticos, como o primeiro-ministro Boris Johnson. 

  Na igreja, também foram mantidos separados do príncipe William, de sua esposa Kate, do príncipe Charles e de Camila. Assessores do palácio pediram que eles se sentassem do outro lado do corredor e, depois, saíram separadamente, segundo a imprensa britânica.

  As autoridades do Palácio de Buckingham tomaram muito cuidado para tentar evitar a repetição das cenas geladas, quando os Sussex e os Cambridges se sentaram perto um do outro e saíram juntos em seu último evento conjunto em março de 2020 na Abadia de Westminster, diz o Daily Mail.

  O jornal informa ainda que o casal estava sob instruções estritas para manter o rosto baixo durante o evento. 

  O palácio queria que o culto desta sexta-feira (3) para 2 mil convidados não tivesse nenhum incidente, ou "ótica negativa", garantindo a homenagem à rainha e ao seu reinado de 70 anos. 

   Só que na saída não foi possível calar a voz dos britânicos, ressentidos com as últimas crises provocadas na realeza pelos dois desde que se mudaram para a Califórnia.  

  A monarca também não compareceu à ação de graças porque, segundo o palácio, ela sofreu "desconforto" após suas aparições na abertura oficial do jubileu na quinta-feira.

 Durante a recepção depois do culto, Kate disse a um dos participantes que a rainha está bem, mas que ontem havia sido muito 'cansativo'.

  A rainha surgiu duas vezes na sacada do Palácio de Buckingham para assistir Trooping the Colour e o sobrevoo de 71 aernonaves. Em seguida, voltou ao Castelo de Windsor para acender o primeiro de mais de 3,5 mil faróis do jubileu.












0 comentários: