DIRETOR SE DIZ IMPRESSIONADO COM A SEMELHANÇA ENTRE AS TRAGÉDIAS DO TITANIC E DO SUBMARINO!

23.6.23 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments

   James Cameron, diretor do filme Titanic, criticou severamente os fabricantes do submarino Titan por não obter certificado de segurança.

  Ele disse ser quase óbvio que o Titã havia implodido, apesar da operação de resgate multimilionária, que ganhou as manchetes no mundo inteiro.

 O diretor afirmou ainda temer que o acidente fatal, onde morreram o CEO da OceanGate e quatro turistas, possa agora interromper a exploração ao fundo do mar.

  O cineasta, que fez 33 viagens aos destroços do Titanic, acusou a OceanGate, responsável pelo submarino, de destruir 63 anos anos de pionerismo ao evitar protocolos de segurança óbvios e desconsiderar avisos de especialistas.

  "Um dos aspectos mais tristes do acidente é saber como realmente era evitável", disse Cameron à BBC.

   Cameron classificou a viagem submersível de “arte madura”, ressaltando que não houve incidentes graves desde 1960, tornando-a o “padrão ouro” de segurança.

 "Todos os submersíveis para transporte de passageiros seguem protocolos de certificação, exceto este. Eu nunca construiria um veículo de transporte para passageiros e não o certificaria", afirmou Cameron ao New York Times.


SURREAL

 


Ele afirmou ainda ter ficado "impressionado" com a semelhança da tragédia com o naufrágio do Titanic.

   “Estou impressionado com a semelhança do próprio desastre do Titanic, onde o capitão foi repetidamente avisado sobre o gelo à frente de seu navio e, no entanto, ele navegou a toda velocidade em um campo de gelo, em uma noite sem lua, e muitas pessoas morreram. É uma tragédia muito semelhante, onde os avisos foram ignorados para ocorrer no mesmo local. Acho simplesmente surpreendente. É realmente muito surreal”, disse ele.

  Cameron também ficou muito abalado por ter perdido no acidente do Titan um amigo de 25 anos, o especialista francês em Titanic Paul-Henri Nargeolet, 77. "Isso para mim foi o maior desgosto de tudo”, disse o diretor. 


TESTES ROBUSTOS

Nesta sexta-feira (23), o cofundador da OceanGate, Guillermo Söhnlein, refutou as críticas de James Cameron. Ele atuou como CEO há dez anos e continua como sócio minoritário na empresa.

“Acho que todo mundo continua equiparando certificação com segurança e está ignorando os 14 anos de desenvolvimento do submarino Titan”, disse ele à BBC.

“Qualquer especialista que ponderar sobre isso, incluindo o Sr. Cameron, também admitirá que eles não estavam lá para o projeto do submarino, para a engenharia do submarino, para a construção do submarino - e certamente não para o teste rigoroso, que o Titan passou.

  Segundo ele, “quem opera naquela profundidade do oceano, sabe o risco de operar sob tamanha pressão”, observando ser o peso equivalente ao da Torre Eiffel. “E que a qualquer momento em qualquer missão em qualquer navio você corre o risco desse tipo de implosão.”








0 comments: