DO GLAMOUR AO APOCALÍPSE ZUMBI: SAN FRANCISCO BATE RECORDES EM MORTE POR OVERDOSES!

21.9.23 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments

 

   I left my heart in San Francisco, cantava Tonny Bennet com sua voz inconfundível. A música de 1953 e regravada por ele em 1962, tornou-se o símbolo dessa bela cidade sobre colinas, no norte da Califórnia, entre o Pacífico e a Baía de San Francisco, cujo cartão-postal é a ponte Golden Gate. 

  Da beleza romântica dos anos 1960/70, com bondinhos percorrendo as ladeiras e casas de arquitetura colonial vitoriana, aos dias atuais na cidade que também é o berço da alta tecnologia (o Vale do Silício fica na região metropolitana) tudo mudou. Para pior!

  Hoje a cidade é chamada por muitos moradores de "apocalipse zumbi" pelo quadro devastador causado pelas drogas usadas e vendidas a céu aberto em áreas centrais, que nada ficam a dever à Cracolândia, em São Paulo.

   San Francisco também está batendo recordes no número de mortes causadas por overdoses: foram 84 em agosto, com 66 delas envolvendo a droga mortal fentanil.

  Neste setembro de 2023 caminha para ultrapassar as mortes de 2020, que atingiram 725 pessoas, estimam as autoridades locais. Este ano já morreram mais de 560 usuários e prevê-se que outros 300 morram até dezembro.   

TOUR APOCALÍPTICO

Foto Los Angeles Time/Reprodução

   A situação anda tão complicada que um guia turístico local recentemente causou polêmica ao sugerir criar um tour turístico para mostrar aos visitantes como anda a vida nas ruas centrais, especialmente no distrito de Tendorloin, cujo tráfico está dizimando uma área de 50 quarteirões, segundo informou a CNN.

   Pelas calçadas estão espalhados dejetos humanos, barracas de homeless, agulhas usadas, cartuchos de balas e viciados que circulam como zumbis sob o efeito de tranquilizantes. Tudo issso a poucos quarteirões da Union Square, o bairro comercial que atrai turistas do mundo todo para seus hotéis e lojas de luxo.

  A crise provocada pelas drogas ficou tão rotineira que um homem passou minutos deitado e se contorcendo na rua até que alguém percebesse que ele sofria uma overdose.

  A exemplo do que acontece em São Paulo, a polícia da cidade tenta impedir esse mercado crescente em áreas importantes, como Tendorloin. Foram apreendidos 100 quilos de fentanil entre junho e setembro e outras mil pessoas foram presas pelo uso ou venda de entorpecentes.

  Mas, nada disso está conseguindo conter a crise e ninguém sabe exatamente o que fazer com os viciados que dia a dia vão desenhando traços, realmente apocalípticos, na cidade onde o glamour de Hollywood ficou no passado. 



0 comments: