DOCES DE CANNABIS AFETAM A SAÚDE DE BEBÊS, CRIANÇAS E JOVENS EM NOVA YORK!

4.9.23 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments


     Descaso dos pais ou irresponsabilidade total com a saúde de seus filhos? O fato é que está aumentando muito o número de crianças e jovens em Nova York que são intoxicados ou ficam gravemente doentes após ingerirem, por engano, doces com cannabis "esquecidos" por adultos.

  A situação vem se agravando desde que o estado norte-americano decretou a legalização da maconha para uso adulto, em 2021, dando início a um crescente mercado alimentício. 

 O Hospital Universitário Stony Brook, em Long Island, relata que o número de crianças atendidas com exposição tóxica prolongada ou grave, depois de ingerir guloseimas à base de cannabis, como gomas, quase triplicou, publica o jornal The New York Post.

   De cinco casos em 2020, houve um salto par 14 em 2021 e 13 ocorrências em 2022. Segundo o hospital, as ocorrências envolvem crianças de 1 a 11 anos. Sim, bebês!


SINTOMAS

 Segundo os especialistas, as crianças pequenas e jovens que ingerem os alimentos podem apresentar sintomas, como desmaios ou sonolência repentina, fala arrastada, dificuldades para andar ou falta de coordenação, letargia, boca seca, pupilas dilatadas, olhos vermelhos, batimentos cardíacos acelerados e vômitos.

   Em casos mais graves, algumas precisaram de intubação por problemas respiratórios ou tratamento intravenoso para hidratação, acrescentam os médicos.

  A situação é complicada porque as crianças que encontram as guloseimas com THC (ingrediente ativo da erva) acreditam que estão comendo doces normais. Algumas encontraram até picolé no freezer de casa. 

  Os médicos alertam que, para uma criança adoecer, não é preciso muita maconha. Basta apenas uma goma.

  Vale lembrar que essa situação pode ocorrer em breve no Brasil, onde a Justiça está prestes a descriminilizar a maconha. Portanto, é preciso que pais e familiares prestem muita atenção nos "docinhos" que levam para suas casas!






0 comments: