MAGNATA DO HYATT HOTEL FREQUENTAVA CASA DE JEFFREY EPSTEIN EM NOVA YORK!

11.1.24 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments

 

    O jornal britânico Daily Mail.com traz nesta quinta-feira fotos exclusivas do magnata do hotel Hyatt, Thomas Pritzker, deixando a casa de US$ 77 milhões de Jeffrey Epstein, em Nova York. As fotos foram tiradas meses antes da morte do pedófilo, diz o jornal.

   A divulgação da lista dos "amigos" de Jeffrey Epstein expõe cada vez o bilionário esquema de tráfico sexual envolvendo poderosos da elite mundial.

  É um escândalo e, por isso mesmo, a estratégia é não levantar muita poeira, porque a exposição é grande. Por isso, a cobertura da mídia vem sendo tímida diante da "sujeira" que tudo isso representa. 

   Mesmo assim, diariamente há pequenas reportagens que mostram como funcionava o esquema criado pelo milionário americano, morto em 2019 na prisão. A divulgação dos documentos do processo foram determinadas por uma juíza federal norte-americana. 

  Epstein traficava garotas menores de idade, oferecidas em banquetes aos poderosos do mundo dos negócios, do entretenimento, da realeza e da política -seja em jantares privês em sua casa de Nova York ou em sua ilha particular no Caribe. Uma vergonha mundial.


LIGAÇÕES PODEROSAS

   Pritzker é primo do governador de Illinois e copresidente da campanha de reeleição de Joe Biden em 2024. Ele consta dos documentos judiciais do processo movido por Virginia Roberts Giuffre.

  O magnata da hotelaria também aparece nos registros de voo de Epstein de seu avião conhecido como ‘Lolita Express’, uma alusão ao transporte de garotas menores de idade.

   Os arquivos abertos revelaram que Giuffre – que há muito afirma ter sido traficada por Epstein e que fez sexo com o príncipe Andrew, aos 17 anos – também alegou ter feito sexo com o Pritzker, durante seu depoimento em 2016.

   Sob juramento, ela afirmou diversas vezes que dormiu “uma vez com Tom” no Novo México.

  Pritzker se opôs à divulgação dos documentos relacionados a ele, alegando que eles "prejudicariam injustamente (sua) privacidade e reputação". Mas, a juíza Loretta Preska rejeitou essas preocupações durante uma audiência em novembro de 2022.


VISITAS DO MAGNATA

Casa de Epstein em Nova York      Foto reprodução

  Segundo a publicação, as ligações de Pritzker com Epstein foram documentadas antes de os documentos serem tornados públicos. Ele estava entre os três bilionários que receberam intimações em relação aos laços do banco JPMorgan com o pedófilo.

   Agora, as fotos mostram que o magnata costumava visitar Epstein em sua propriedade no Upper East Side, em Manhattan, que tinha na fachada as letras JE.

  Em uma das fotos ele aparece vestindo um sobretudo preto antes de entrar em um Chevrolet SUV preto.

   A casa de Epstein, uma das maiores mansões particulares de Manhattan, ficou famosa por ter sido durante anos o local de abuso sexual sexual de meninas menores de idade por parte de Epstein e seus "associados".  

  A propriedade foi invadida pelos agentes do FBI, dias antes do suicídio do pedófilo na prisão federal. Ali, eles encontraram "um vasto tesouro de fotografias obscenas de mulheres e de meninas de aparência jovem", diz o jornal.

  Foi encontrada ainda uma mesa de massagem com vários "brinquedos" sexuais. 













0 comments: