VAI PULAR CARNAVAL? SAIBA COMO PROTEGER SEU CELULAR E SEUS DADOS!

5.2.24 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments

   Em ritmo de festa, um grande bloco promete arrastar (e lesar) multidões: o dos cibercriminosos. Em 2023, apenas na cidade de São Paulo 3 mil celulares foram roubados durante os dias de folia, que reuniram mais de 4,5 milhões de pessoas. 

  Portanto, se você pretende curtir o Carnaval nas ruas do Brasil, todo cuidado é pouco -e não apenas com seus celulares. Preste também atenção na hora de passar seus cartões nas maquininhas dos vendedores ambulantes. Eles podem ser clonados.

  Na semana passada, a polícia de São Paulo prendeu vários suspeitos de participarem de uma quadrilha que pratica esse tipo de crime. Eles atuavam em um bloco no bairro da Barra Funda, zona central da cidade. Com eles, foram também apreendidas várias maquininhas e centenas de cartões.

  À medida que as grandes cidades brasileiras investem cada vez mais no Carnaval de rua, os cibercriminosos também se multiplicam. E não há policiamento capaz de dar conta de tanta multidão.

  A previsão é de que 654 blocos desfilem pelas ruas de São Paulo e outros 453 no Rio de Janeiro durante três finais de semana de fevereiro.   

 Vale lembrar que hoje os celulares contêm o mapa da vida do cidadão: nele estão seus contatos, senhas e aplicativos de banco. O ideal seria não levar o aparelho para o meio dos bloquinhos.

  Mas, quem resiste ficar sem seu aparelho, não? Uma segunda alternativa é usar um celular antigo, sem muitos aplicativos e dados, somente para fazer chamadas e tirar fotos.


COMO SE PROTEGER

  Os especialistas da Kaspersky, empresa de cibersegurança, têm algumas dicas importantes para os foliões.

  Use senhas e biometria: é importnte se certificar de que seu dispositivo está protegido por essas duas ferramentas. No app do banco, vale colocar ainda a verificação em duas etapas, caso seja disponibilizada pela instituição. Isso dificultará o acesso não autorizado.

 Coloque limites em  contas fora de uma rede confiável: a maioria dos apps de bancos permite configurar um limite de gastos fora de sua rede segura (a sua casa, por exemplo, é uma rede confiável). Em caso de perda ou roubo, esse recurso vai impedir que o golpista faça grandes compras com seu dinheiro em caso de furto ou perda do aparelho.

  Anote o IMEI do seu celular: o código de identificação global único pode ser consultado na caixa ou no adesivo da bateria do aparelho. Com ele, o usuário consegue bloquear o aparelho informando a operadora e registrando um boletim de ocorrência.

  Outro fator importante é que, se o celular for encontrado, a polícia pode identificar seu proprietário para devolvê-lo. Outra dica é configurar a função de rastreamento (GPS) por meio de um computador seguro.

  Faça back up regulares de dados importantes do seu dispositivo e o proteja com  uma solução de segurança.


WI-FI E CARTÕES

  O ideal nessas ocasiões seria evitar o uso do wi-fi público e não utilize páginas da web que pedem suas informações. Isso porque qualquer mal intencionado conectado na mesma rede sem fio pode roubar seus dados, como login e senha. Para garantir sua segurança, utilize uma rede Privada Virtual (VPN), como a Kaspersky Secure Connection.

  Evite USB público para carregar seu celular: se precisar carregar o aparelho, opte por um carregador portátil ou use a tomada quando parar em algum lugar. A conexão USB também permite a transferência de dados.

  Cartões de débito ou crédito: preste atenção na hora de digitar a senha, tampando os números com a mão livre. Também mantenha o cartão protegido ou carteira com bloqueador de NFC para evitar golpes por aproximação. 

   Vale lembrar que, no final das contas, você é o grande responsável por sua própria proteção.

  Bom Carnaval!



0 comments: