ENTREVISTA DE TUCKER CARLSON COM PUTIN SERÁ EXIBIDA NA NOITE DESTA QUINTA-FEIRA!

8.2.24 BLOG SIMONE GALIB 0 Comments

    A entrevista de Tucker Carlson com o presidente russo Vladimir Putin está prevista para ir ao ar na noite desta quinta-feira (8) no X e em seu próprio site. Em postagem no Instagram na quarta-feira, Carlson disse que a reunião, que já foi gravada, seria transmitida às 18h. 

   Ele viajou a Moscou para a primeira entrevista de Putin concedida um jornalista ocidental desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, em fevereiro de 2022. 

​  Carlson afirmou ainda que a entrevista iria ao ar “sem edição” em seu site, sem acesso pago, e na plataforma X (ex-Twitter).

  “Dois anos de uma guerra que está remodelando todo o mundo e a maioria dos americanos não está informada', disse o jornalista conservador sobre o conflito na Ucrânia, em vídeo postado nas redes sociais.

  E acrescentou:

 “Eles (os americanos) não têm ideia real do que está acontecendo nessa região. Mas, deveriam saber que estão pagando grande parte disso de maneiras que talvez não percebam totalmente."

 Na última segunda-feira (5), a agência estatal russa Sputnik publicou imagens do carro de Carlson saindo do Kremlin. “Os americanos têm o direito de saber tudo o que puderem sobre a guerra em que estão implicados”, acrescentou Carlson no vídeo de quatro minutos gravado em Moscou.

 Tucker disse, na ocasião, que a mídia mundial de língua inglesa é corrupta, porque eles “mentem para seus leitores e telespectadores” e que “é seu dever informar” o público.

​  É claro que houve reação: a entrevista com Putin está sendo criticada, previamente, pelos democratas nos EUA e pela própria grande mídia internacional, que não contato direto com o presidente russo.

  "O acesso de Carlson a Putin contrasta enormemente com as restrições impostas a outros jornalistas estrangeiros na Rússia, onde dois cidadãos norte-americanos - Evan Gershkovich, repórter do Wall Street Journal, e Alsu Kurmasheva, da Radio Free Europe – estão hoje presos", publicou nesta quinta-feira o jornal britânico Daily Mail.

  O fato é que - para tristeza de muitos - o jornalista, que comandou um dos mais bem-sucedidos programas de notícias da Fox News e hoje é independente, conquista seu grande furo de reportagem (como se diz no jargão jornalístico) mundial.

 E ainda mostra aos colegas que o papel do jornalismo é informar, algo que grande parte deles trocou por militância político.

 Jornalismo não tem partido político!



0 comments: